42 pessoas detidas pelo crime de fogo posto

A última detenção ocorreu em Oleiros

0 705

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, identificou e deteve um homem, casado, sapador florestal, pela presumível prática de um crime de incêndio florestal em terreno povoado por mato, pinheiros e eucaliptos.

Este incêndio de grande dimensão começou nas proximidades de Mosteiro, Oleiros pelas 15h50 do passado dia 17 de julho, tendo atingido grande dimensão, com cerca de 291 hectares ardidos.

O suspeito ateou o incêndio utilizando um engenho incendiário e teve como motivação o participar no combate ás chamas.

A Polícia Judiciária contou com a colaboração da GNR de Oleiros e da Sertã.

O detido, de 25 anos de idade, vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

No corrente ano a Polícia Judiciária já identificou e deteve 42 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Loading...